sexta-feira, 13 de junho de 2014

Mario Adnet & Philipe Baden Powell - "Afrosambajazz"

Gravados originalmente por Baden Powell e Vinícius de Moraes em janeiro de 1966, o histórico cancioneiro dos "Afro sambas" são revistos neste novo trabalho dos compositores, arranjadores e instrumentistas Mario Adnet (violão) e Philippe Baden Powell (piano), intitulado "Afrosambajazz".
Acompanhados de um grupo musical formado por músicos representativos no cenário instrumental brasileiro, como Marcos Nimrichter (piano elétrico e acordeom), Jorge Helder (baixo acústico), Armando Marçal (percussão), Edú Neves (sax tenor e flautas) e Teco Cardoso (sax barítono e flautas), entre outros, o trabalho de Adnet e Philippe (filho de Baden Powell) concede à obra de Baden e Vinícius uma altiva identidade orquestral, indo além do conceito original da canção popular.
Apoiado nessa premissa, o CD mostra não apenas uma releitura orquestral contemporânea de clássicos como "Canto de Ossanha", "Berimbau" e "Canto de Xangô", entre os títulos mais conhecidos, mas uma apresentação coerente com o estilo 'afrossambista' de composições de Baden Powell, como as inéditas "Ritmo Afro" (parceria com Philippe), "Canto de Yansan" (com Ildásio Tavares), apresentado pela cantora Maúcha Adnet, "Ladainha de Yansan" (com Silvia Powell), cantado aqui à capella por Mônica Salmaso, além da bela toada "Domingo de Ramos", que evoca de forma sutil ao "Azulão" de Mário de Andrade mesclado num singelo tema religioso.
A influência nordestina está mais presente na dançante "Caxangá de Oxalá", e "Nhem Nhem Nhem" é típica composição ao estilo dos melhores sambas de Baden e Paulo César Pinheiro. Parceria, aliás, que está presente no CD com os sambas em tom menor "Pai" e "Sermão" -- este último propõe a desconstrução do tema inicial de "Berimbau" de um modo peculiar. (ZÉ CARLOS CIPRIANO)

Originally recorded by Baden Powell and Vinicius de Moraes in January 1966, the historical repertoire of "Afro sambas" are reviewed in this new work of composers, arrangers and instrumentalists Mario Adnet (guitar) and Philippe Baden Powell (piano) entitled "Afrosambajazz" .
Accompanied by a music group representative musicians in the Brazilian instrumental scene, as Marcos Nimrichter (electric piano and accordion), Jorge Helder (acoustic bass), Armando Marcal (percussion), Edú Neves (tenor sax and flutes) and Teco Cardoso (sax baritone and flutes), among others, the work of Adnet and Philippe (son of Baden Powell) gives the work of Baden and Vinicius a proud orchestral identity, going beyond the original concept of popular song.
Supported this premise, the CD shows not only a contemporary orchestral reinterpretation of classics like "Song of Ossanha", "Berimbau" and "Song of Shango", among the best known titles, but a coherent presentation with style 'afrossambista' compositions Baden Powell, such as the new "African Rhythm" (partnership with Philippe), "Song of Yansan" (with Ildásio Tavares), presented by singer Maucha Adnet, "Litany of Yansan" (with Silvia Powell), sung here by a capella Monica Salmaso, besides the beautiful tune "Palm Sunday", which evokes a subtle way to the "Big Blue" Mario de Andrade mixed in a simple religious theme.
The northeastern influence is more present in the dance "Caxangá Oxala" and "Nhem Nhem Nhem" is typical composition in the style of the best samba Baden and Paulo Cesar Pinheiro. Partnership, moreover, that is present in the CD with the sambas in a minor key "Father" and "Sermon" - has chosen the initial theme of deconstruction of "Berimbau" in a peculiar way. (ZÉ CARLOS CIPRIANO)

Link torrent.

Nenhum comentário:

Postar um comentário