quarta-feira, 9 de abril de 2014

Guilherme Arantes - Discografia Completa.

Guilherme Arantes (São Paulo, 28 de julho de (1953) ,é um cantor e compositor brasileiro.
Começou sua carreira como tecladista e vocalista da banda Moto Perpétuo – grupo de rock progressivo dos anos 70.
“Sou um pouco de tudo”, diz Guilherme Arantes, “e o que mais me inspira é o amor, departamento mais fascinante do ser humano, que foge à racionalidade
 e é um mundo vasto, profundo.”
Isto remete, de imediato, ao cantor de Êxtase, Prelúdio, Um dia, um adeus. Mas, o paulistano da Bela Vista Guilherme Arantes está longe de ser somente reconhecido por esse repertório de canções românticas.
Garoto prodígio, tocou cavaquinho e bandolim aos 4 e piano aos 6. Deixou professores de piano de cabelo em pé e literalmente na mão. Em função de
sua rebeldia musical tornou-se praticamente um autodidata. Músico profissional aos 15. Músico de baile aos 17. Tecladista do irreverente Jorge Mautner aos 19.
Aos 21, por influência do que acontecia na Europa pós-Beatles, torna-se progressivo,  no já cultuado Moto Perpétuo. Verde Vertente hoje consta imponente em antologia do rock brasileiro dos anos 70, ao lado de A Barca do Sol, O Terço, Som Imaginário, Joelho de Porco, Bixo da Seda, Casa das Máquinas, entre outros.
Aos 23, Guilherme Arantes abandona a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, da Universidade de São Paulo (FAU-USP), e passa a tocar 530 vezes na novela das 7 da mais poderosa das emissoras brasileiras, o que acabaria lhe rendendo o apelido de “menininho da Globo”.
Mais tarde, uma jornalista da Folha de S. Paulo diagnosticaria: Um Anjo Mau disse: “Vai, Guilherme,
ser sucesso na vida… e ele foi”. E o tema Meu mundo e nada mais, adaptado para o personagem de José Wilker, em Anjo Mau, em 1976, seria só a porta de entrada de sua carreira solo, via Som Livre.
Ou


Nenhum comentário:

Postar um comentário